Como Utilizar o Qi para Preservar a Juventude

Obon Matsuri – お盆踊り
19 de março de 2019
Ling Shu capítulo 3 (parte 2 – final): Uma explicação sobre as minúcias do agulhamento
19 de março de 2019
Mostrar tudo

Como Utilizar o Qi para Preservar a Juventude

Quem deseja ter rugas, marcas de expressão, perder a aparência da juventude? Ninguém! 

Entretanto, essas marcas sempre indicam o que está acontecendo no interior do organismo e mesmo da mente, e devem ser levadas em consideração, pois carregam mensagens de prevenção contra doenças que ainda estão por surgir.

Pensando nisso, a Coisas do Tao desenvolveu uma pomada altamente eficaz para o tratamento de rugas, marcas de expressão e manchas no rosto. Entretanto, não poderíamos trata-las sem antes explicar para vocês as mensagens que elas carregam. Desejamos que apreciem a tradução.

Para maiores informações sobre nosso novo produto, acesse:

http://www.coisasdotao.com.br/o0tfx88wg-pomada-shiunk-tigresa-branca

Como Usar o Qi para Preservar o Jing

Na Medicina Chinesa existe uma grande ênfase no Qi: em como avalia-lo e se há a necessidade de move-lo ou de acalma-lo. O Qi deve se mover de forma certa, nem tão rápido, nem tão devagar.

Existem duas formas clássicas de utilizar o Qi de forma a preservar o Jing. A primeira é através da transformação do alimento e a segunda é através da transformação da respiração.

Existem linhas, marcas, que surgem na face que demonstram claramente como o Qi da respiração, da alimentação e como o Jing estão sendo utilizados. Juntas, estas três linhas ou sinalizações formam um aviso de que o Qi não está sendo utilizado de forma a preservar o Jing, e por isso a doença poderá se formar.

 A primeira linha, que se forma na raiz do nariz, entre as sobrancelhas, está situada na área do Baço. Nesta área da face ocorrem manifestações das condições dos meridianos extraordinários Yang Wei Mai e Yin Wei Mai. Esta linha indica variações dos níveis de açúcar no sangue. Quanto maior, mais profunda ou em maior número a linha nesta região, maior a necessidade de regularizar os hábitos alimentares e maior o aviso de que a forma de se alimentar está provocando disfunções no organismo.

Mas o que significa utilizar o alimento da forma correta? De acordo com a sabedoria chinesa antiga, se não houver alegria no ato de se alimentar, a transformação apropriada para absorção dos nutrientes do alimento não poderá ocorrer. Em outras palavras, tem que estar bem para comer. Outra questão importante é prestar atenção aos alimentos que o seu corpo pede em forma de desejo, vontade, estes alimentos produzem Qi. Mas como saber se a vontade é emocional ou física? Se for física, uma pequena porção bastará. Se for emocional, não haverá quantidade que satisfaça o desejo. Simples assim.

Comer tem que ser um ato prazeroso, ou a produção de Qi através dos alimentos estará comprometida e esta linha surgirá. Por isso dietas de restrição ou que ditam o tipo de comida que você deve comer não são saudáveis. Ingerir alimentos contra a vontade é perigoso para a saúde. A alegria é o maior segredo para a boa transformação de alimento em Qi.

Existe ainda um outro significado para esta linha, pois ideias e teorias também alimentam. Ideias bem digeridas e conhecimento novo absorvido também forma Qi, como do alimento. Trabalho intelectual, curiosidade e fome de aprendizado também alimentam. Assim, essa linha pode indicar que você não está transformando as informações a sua volta em Qi. Cultive a clareza da mente aprendendo coisas novas e criando soluções para os seus problemas.

A segunda linha horizontal fica entre o nariz e a boca e é o ponto mais alto do meridiano extraordinário Chong Mai, responsável por regular a conexão entre Qi e sangue e é a ponte entre Céu e Terra. De forma simples e direta, uma linha nesta região indica que a pessoa precisa respirar melhor, expandir os pulmões e oxigenar o sangue. De forma mais profunda, ela indica que é necessário expandir a consciência.

Como se respira corretamente? Existe uma grande diversidade de técnicas de respiração através de yoga, meditação, etc, e todas elas são boas. Cantar também ajuda a transformar a respiração em Qi.

A maioria das pessoas respira de forma muito superficial devido ao stress, mas são as respirações longas e profundas que transformam o ar em Qi e aliviam tensões e eliminam toxinas. Respirar é a melhor forma natural de acalmar o sistema nervoso e quanto maior a expiração, melhor o efeito. Procure criar um momento de pausa entre uma expiração e a próxima inspiração – desta forma, você cria um momento mágico, onde se torna capaz de transcender o tempo e o espaço. Tente! Isso irá aumentar seu potencial para a alquimia interna e sua criatividade.

Esta linha também pode indicar problemas nos órgãos reprodutores e na fertilidade. Muitas vezes, é a autolimitação que a pessoa se impõe que causa esse problema, pois é muito presa às convenções e regras sociais e não se permite ser autêntico e demonstrar sua verdadeira natureza. Livrar-se do peso e das cobranças alheias também produz Qi.

A terceira linha se situa entre o queixo e o lábio inferior e indica que seu Qi não está sendo preservado e é necessário que mudanças sejam feitas em seu estilo de vida. Esta é a marca manifesta pelos meridianos extraordinários Yang Qiao Mai e Yin Qiao Mai, responsáveis por darem firmeza e segurança. Esta linha indica a necessidade de se viver de forma mais yin, pois a pessoa se encontra em situação de trabalhar demais, ser yang demais, e está precisando de descanso. Esta linha deixa claro que há exaustão física e que o Jing está sendo gasto de forma excessiva e antes da hora. A mensagem é: “Pare agora aquilo que está acabando com você.”

Esta mudança não significa parar de trabalhar, mas permitir-se ser e fazer aquilo que deseja de forma leve. Aceite suas responsabilidades e permita que as coisas aconteçam com o mínimo esforço – e isso é possível se você aceitar que sua forma de trabalhar precisa ser reinventada.

Assim, a mensagem da terceira linha é: reduza esforços desnecessários, descanse com frequência e aumente a quantidade de atividades que te dão prazer na vida.

Fonte:

Bridges L. Face Reading in chinese medicine. 2nd Edition, 2012. Churchill Livingstone Elsevier.

 

Tradução: Bianca Brasil Komesu